Com mais de 500 mil exemplares vendidos em todo o mundo, PROMETO FALHAR foi sem dúvida um dos maiores fenómenos de venda da história da literatura portuguesa — de tal maneira que foi descrito, em Itália, como o livro mais sublinhado de sempre.

Mas que livro é este, afinal? É um livro de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. O amor.

No seu estilo intimista, quase que sussurrado ao ouvido, Pedro Chagas Freitas leva o leitor aos estratos mais profundos do que sente. E promete não deixar pedra sobre pedra.

Assim seria. Assim será.